segunda-feira, 9 de julho de 2007

Racional?

Na última semana Minas ficou estarrecida por um cachorro da raça Pitbull matar um bebê de 3 meses. Sim... é inconcebível. Mas trata-se de um animal irracional e "razões" são desconhecidas. O cachorro é muito forte e não sabe a medida entre a defesa e o ataque. Enfim... a raça sofre muito preconceito, assim como Dobermans e Rottweillers já sofreram. Continuo com o pensamento que é problema da criação. Muito polêmico... deixa...

Aí topo com uma dessas hoje...
Babá espanca e mata criança de três anos no Rio
A menina Giulia Pereira de Souza, de 3 anos, foi espancada até a morte pela babá Silauca Kelly Rodrigues de Oliveira, de 32 anos, na madrugada desta segunda-feira, em Guarus, distrito de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Depois do crime, Silauca fugiu para uma cidade vizinha. Ela foi presa pela manhã e confessou o crime. A babá foi indiciada por tortura seguida de morte.

Aí eu questiono isso. ISSO é racional? ISSO é humano? ISSO pensa?
ISSO sim é uma coisa, não merece ser classificada nem como o pior bicho peçonhento.
Pra isso não tem perdão e nem justificativas.
Me revolta é que as pessoas já nem se chocam tanto mais com isso, quanto se chocam com um cachorro, sabe? Não é pela defesa dos cachorros... e sim pelo absurdo de deixarmos "humanos" como esses viverem... Porque o cachorro da notícia aí em cima, morreu com 5 tiros da polícia. Não vejo o MENOR motivo para haver tratamento diferenciado.

3 comentários:

João Jr disse...

Não podemos dar tratamentos iguais para coisas diferentes. Ela pode ser um monstro mas tem família, filhos, parentes... Muito diferente da ninhada de cachorros. Pitbulls e outros animais que requerem cuidados diferenciados devem ser entregues a profissionais e não para amadores....

Lulu disse...

João.
Realmente não podemos dar tratamentos iguais... Um cachorro é mil vezes melhor que uma mulher dessas.
Se ela tem família e filhos, a situação piora ainda mais pro lado dela.
Eu não comparei as atitudes dela com as do cachorro. Mas sim a ênfase que é dada quando um cachorro faz isso de quando um ser "humano" faz.

Lílian disse...

Claro que eu tinha que fazer o meu primeiro comentário aqui exatamente sobre essa matéria.
Concordo plenamente com a Lu quando diz que já virou banal a notícia de uma babá espancando crianças, de acompanhantes sacaneando idosos, etc, enquanto a notícia sobre um cão ainda choca.
Tenho a minha teoria sobre educação e comportamento canino e, assim como a Lu, tb acho muito polêmico pra ficar falando sobre, mas pode ter certeza que se essa mulher fosse a proprietária de um Pitbull ele já teria matado várias crianças e não umas só.

 
eXTReMe Tracker