domingo, 5 de fevereiro de 2012

Papo Livre: Música com emoção


Escrevo esse post numa manhã de domingo embalada pelo meu DVD U2 360! Falar do U2, pra mim, é sinônimo de falar de emoção...
(pausa para ouvir e cantar loucamente Unknown Caller)
Como é complicado tentar expressar em um texto toda a importância que essa banda tem pra mim. U2 me faz bem... Tenho certeza que meu corpo movimenta as melhores substâncias de bem-estar possíveis. Parece exagerado, né? Mas é assim que me sinto mesmo... Certas músicas eu posso estar escutando pela milhonésima vez que me arrepio, fico com os olhos marejados e cantando de olhos fechados...
Minha vontade é de abraçar cada um deles, o Bono principalmente, e agradecer... "Thank you for the music" (o ABBA, que eu adoro, tem uma música com esse título)... Fico com aquele sorriso de canto de boca o tempo inteiro com os vídeos que tenho e vejo deles... E eu amo isso! Eu me sinto feliz em ser fã de uma banda que me faz sentir orgulho...
Acho lindo!
Não sei dizer ao certo desde quando eu gosto, mas certamente desde 97 eu acompanho com mais fidelidade. Cheguei até tarde, eu acho... mas a tempo.
E logo em 98 teve o POP Mart no Rio e em SP... Minha mãe não deixou eu pensaaaaar em ir. Ok! Entendi, mas perdi. E veio a Elevation Tour que não passou por aqui... tive que me contentar com o vídeo, onde me apaixonei por Kite mais do que nunca. E veio a turnê Vertigo em 2006... essa seria uma turnê possível! Já era bem grandinha e bem dona do meu nariz! Mas coincidiu com a compra do meu carro e eu não tinha 1 TOSTÃO sequer pra ir... a Globo televisionou e eu não tive condições de ver tudo porque eu não acreditava que não estava lá! Amigos meus estavam lá... e eu não! Doeu... doeu ser adulta e ter que escolher...
Após 2006... esperaríamos até quando??? E quando iniciou a turnê 360° as esperanças reavivaram... Mas e aí? NADAAAA do Brasil aparecer na agenda do U2.com... E ao ver o show 360° Live at Rose Bawl (que ainda faz parte da trilha desse post), ao vivo no Youtube, numa segunda-feira de madrugada, eu passei a acreditar com todas as minhas forças que eles viriam e que eu gastaria o que fosse preciso para vê-los. Dessa vez não teria carro ou que fosse para impedir. Acho que minha mente trabalhou positivamente pra isso até começarem as especulações pelo Twitter... e agradeço DEMAIS essas especulações através do pessoal do @U2BR e @BusSession... porque a partir daí meu sonho começou a ganhar forma...
Para o post não se alongar demais, no próximo "Papo Livre" falo sobre a realização do sonho, ok?
Ai ai...

Um comentário:

Lulu on the Sky® disse...

Ah Lu, tive o prazer de conhecer o U2 nos anos 80 quando meu primo que é fanático pela banda, ouvia os LPs da Unforgettable Fire, depois The Joshua Tree e assistia o documentário Rattle and Hum. Aí comecei a comprar os cds, gravar os shows e comprar os dvds, porém, show nunca consegui assistir ao vivo só pela internet e chorei litros.

A emoção que vc fala eu tb sinto, só que a Madonna mora no meu coração desde os 11 anos, não tenho palavras para lhe dizer o q senti qdo fui ao show.
Big Beijos

 
eXTReMe Tracker